Terrário mini jardim 5

O clima não favoreceu e perdi muitas das minhas suculentas, especialmente as mudas que uso para fazer os terrários. Deu um desânimo e parei por um tempo (ainda estou meio devagar – é triste ver tantos vasinhos mortos e ter tão poucas opções para fazer minhas criações).

terrario-mini-jardim-05-01

Nesse meio tempo recebi uma encomenda para fazer um terrário mini jardim. Fui procurar entre as minhas plantinhas (vivas!) quais combinavam para fazer esse projeto. Como o clima não está bom para as suculentas, as lojas de plantas não tinham quase nada de interessante. O objetivo de eu mesma cultivar as mudas tem a ver com isso – nem sempre encontro o que quero, quando preciso, disponível na loja. As vezes encontro uma planta legal, mas de tamanho inadequado (terrários precisam de plantas bem pequenas, caso contrário não dá para montar uma composição).

terrario-mini-jardim-05-03

Peguei as plantas mais bonitas que me restaram (e que tivessem o tamanho adequado), coloquei em cima da mesa e fiquei uns 3 dias tentando elaborar o projeto. A pessoa que encomendou também solicitou que tivesse uma miniatura de vaso de barro no terrário – mais um item que precisava entrar na composição.

No final, tudo deu certo. O terrário ficou pronto a tempo, o presente foi entregue, e tanto quem ganhou o presente como quem o encomendou ficaram super satisfeitos.

terrario-mini-jardim-05-02

Vaso: vidro tipo aquário

Base: areia colorida branca, amarela, laranja e vermelha + pedrisco bege + carvão + substrato

Plantas: cinco tipos de suculentas

Acabamento: pedriscos branco, bege e vermelho + casca de pinus

Miniatura: vasinho de barro

Anúncios

20 comentários sobre “Terrário mini jardim 5

    • Vai firme, Joselaine! Encare como uma diversão. Meus primeiros terrários foram uma aventura, quase nada saía como previ. Até pegar o jeito de fazer tudo caber no vaso onde eu queria foi o maior sufoco! Mas dei boas risadas. Se não gostar do resultado, retorne as plantas pros vasinhos delas, jogue fora a areia, as pedrinhas e a terra, e comece de novo. Só sugiro que, pra começar, separe um bom tempo num lugar tranquilo. Boa sorte! Ana Lídia.

  1. Amei o seu trabalho, estava pesquisando o passo a passo para montar esse mini jardim, mas estou em dúvida de como proceder na hora de “plantar” as suculentas no aquário. Pode me ajudar?

    • Que bom que gostou. Você olhou o post “Montando seu terrário (passo a passo)”? Acho que os itens 4, 5 e 6 podem ajudá-la bastante – dê uma olhada. Outras dicas: É bom já ter um “projeto” na mente de quais plantas você pretende colocar e onde. Plante as menores primeiro, depois as maiores porque à medida que o espaço vai enchendo fica cada vez mais difícil acrescentar plantas. Use ferramentas compridas e finas – você pode criar as suas: eu entortei uma colher comprida de mexer suco que me ajuda bastante a colocar pequenas porções de terra bem como apertar a terra para firmar as plantas; também uso um cabo de pincel longo quebrado para ajeitar itens delicados. A primeira vez é a mais difícil, mas logo você pega o jeito. Boa sorte!

  2. Boa tarde! Amei seu trabalho, ando pesquisando sobre o assunto e t encontrei RSrS… VC poderia me informar aonde consigo comprar as miniaturas como vasinhos, banquinhos, casinhas etc. Amo plantas e fazer isso é uma terapia p mim. Agradeço.

      • Ola, estou com uma dúvida… comprei terra vegetal, humus de minhoca e areia de construção (vi isso em outro site), isso seria o meu substrato?

    • Jéssica, sobre sua pergunta abaixo (a respeito do substrato), seria bom se você acrescentasse na mistura um pouco de casca de pinos picada, para garantir boa drenagem. Eu prefiro comprar o substrato para jardim em lojas de jardinagem porque para mim deu um melhor resultado com as suculentas. Nas minhas primeiras tentativas tentei fazer essa mistura e nem sempre deu certo (não sei se acertei as proporções). Depois que comprei o substrato percebi que nele vem um pouco de casca de pinos picada e que melhora bem a drenagem, o que é bom para as suculentas não “melarem” nem morrerem. Respondendo claramente sua pergunta: sim, essa mistura equivale ao que chamo de substrato.

  3. Olá. Fazendo pesquisas a respeito de terrários, topei com suas fotos e orientações. Gostei muito do seu trabalho. Diferente, com o nuance de cores da areia. A minha dúvida é: você coloca primeiro a areia e depois as pedrinhas? Pois essa é a ordem que você descreve na base e o que aparece nas fotos. Fiquei meia confusa, pois geralmente, primeiro são as pedras ou cascalhos e depois a areia. Pois as pedras irão drenar a água. Por outro lado, achei interessante fazer o oposto, pois geralmente a água para na camada de areia e quase não chega nas pedras. Perdi algumas plantas pelo acumulo de água na areia. Agradeceria muito sua orientação.

    • Oi, Mara. Eu uso a areia apenas para decoração. Não planto as suculentas nela porque acho que não drena o suficiente. As vezes coloco uma leve camada de areia por cima, mas é só para decorar. Em geral coloco a areia por baixo, depois as pedrinhas e em seguida planto as suculentas em substrato para jardim (que é bem drenável). Além disso, o importante é regar uma ou no máximo 2 vezes por semana, colocando super pouca água, e deixá-las num local que possam tomar sol pelo menos 2 horas por dia.

    • Olá, Valentine. Acabei de mudar de cidade e ainda não me reorganizei para aceitar encomendas. Na minha antiga cidade eu aceitava, mas só para entregar na região. De outro jeito os terrários não chegam inteiros, rsrs. Em breve pretendo retomar meus trabalhos. No que eu puder ajudar, me coloco à disposição.

  4. Olá, fiz meu primeiro terrario no vidro, que sufoco, caiu pedaço de uma suculenta, ñ consegui ajeitar no vidro, mas plantei. Kkkkk
    Agora quero ver se deixo bonitinho. Tem alguma dica de suculenta resistente e como eu posso arrumalas no vidro?

    • Oi, Karina. No começo é difícil e desengonçado mesmo. Com o tempo você pega o jeito. As suculentas tipo cactos e aloes são mais resistentes mas, por conterem espinhos, é bom usar luvas para manuseá-las (eu uso luva do tipo cirúrgica, pra não perder o tato). Pinças grandes, colheres com cabo comprido (tipo de mexer suco) e palitos de churrasco também ajudam a ajeitar as plantas no terrário sem precisar colocar tanto a mão. Ah! E evite os vasos que têm boca muito estreita – são realmente muito difíceis de trabalhar. Continue tentando e divirta-se!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s